px facebook px twitter px youtube

biblioteca

Pesquisa bibliográfica sobre sistemas de PIG - Inerciais
Patrocinador / Orgão de Fomento: Petrobrás
Responsável: Maj Pellanda
Descrição: Pesquisa bibliográfica e o levantamento do estado-da-arte sobre sistemas de PIG (do inglês, Pipeline Inspection Gauge) inerciais. Objetivos específicos: Capacitação de pessoal; Levantamento do estado-da-arte sobre PIG inerciais; Fichamento das publicações e identificação dos assuntos de interesse para as diferentes áreas do projeto mais abrangente denominado Sistemas de Georreferenciamento de Dutos (SISGED); e Consolidação dos resultados em documento a ser disponibilizado para consultas em etapas subseqüentes do projeto SISGED.

 

Estudo de impacto sócio-econômico em comunidade isolada atendida por geração fotovoltaica
Patrocinador / Orgão de Fomento: El Paso Rio Claro
Responsável: Cap De Camargo
Descrição: Desenvolver uma metodologia de valoração do impacto sócio-econômico da implementação de projetos de geração fotovoltaica de energia elétrica em atendimento a comunidades isoladas. Os dados para a realização do estudo são baseados em um projeto piloto implantado pela empresa financiadora em comunidades de pescadores completamente isoladas na região de Parati-RJ.

 

Uso de diversidade em filtragem no desenvolvimento de técnicas de equalização para canais duplamente seletivos
Patrocinador / Orgão de Fomento: FAPERJ (Bolsa “Primeiros Projetos”)
Responsável: Cap Galdino

 

Desenvolvimento de modens para transmissão digital em HF visando aplicações militares na Amazônia
Patrocinador / Órgão Fomento: PBCT (GC2)
Responsável: Cap Galdino e Prof Ernesto

 

Bloqueador de múltiplas freqüências
Patrocinador / Órgão Fomento: PBCT (GCE)
Responsável: Prof. Araujo
Descrição: Este projeto tem como objetivo o desenvolvimento de bloqueadores de RF de múltiplas freqüências (para atuação em sistemas celulares, GPS, rádio, etc.) cujos conhecimentos empregados e produtos gerados tenham aplicação direta ou indireta em defesa eletrônica e na garantia da lei e da ordem.

 

Rádio definido por software (RDS)
Patrocinador / Órgão Fomento: PBCT (GCE)
Responsável: Prof. Araujo
Descrição: O objetivo deste projeto é desenvolver um Rádio Definido por Software (RDS), ou "Software Defined Radio" (SDR), com tecnologia nacional, que permita ao País obter soberania e independência tecnológica sobre seus equipamentos de comunicações civis e militares, viabilizando o desenvolvimento de soluções para sistemas de telecomunicações sem fio de Quarta geração. São características sistêmicas almejadas para o RDS a ser desenvolvido: reconfigurabilidade, flexibilidade, modularidade, escalabilidade, integridade, replicabilidade, interoperabilidade e multifuncionalidade. Além disso, o RDS deverá apresentar, idealmente, pequeno volume, baixo consumo e baixo custo.

 

Uso de microondas no refino de petróleos pesados
Patrocinador / Órgão Fomento: Petrobras
Responsável: Prof. Araujo
Descrição: O projeto está estruturado em duas fases: Fase I (concluída em setembro de 2004) Objetivos gerais: pesquisa bibliográfica e levantamento do estado da arte da teoria de microondas e suas aplicações no processamento e refino de petróleos pesados, de forma a aumentar a conversão de frações residuais e maximizar o volume de combustíveis nobres e produtos de alto valor agregado, com vista à produção em larga escala para a Petrobras. Objetivos específicos: formação de pessoal; levantamento do estado da arte da aplicação de microondas no refino de petróleos pesados; e elaboração de uma proposta de financiamento para a Fase II do projeto (parte experimental). Fase II (em andamento) Objetivo geral: construção de um "hardware" contínuo, de bancada, para processar, sob condições de alta pressão e temperatura, uma carga assistida por microondas, de forma a aumentar a conversão de frações residuais e maximizar o volume de combustíveis nobres e produtos de alto valor agregado, com vistas à produção em larga escala para a Petrobras. Objetivos específicos: caracterização das propriedades dielétricas de materiais; simulação da interação das microondas na ativação de moléculas; avaliação experimental das reações de hidroprocessamento de petróleos pesados; e projeto e desenvolvimento de um reator para hidrotratamento de petróleos pesados.

 

Uso de microondas no refino de petróleos pesados
Patrocinador / Órgão Fomento: CNPq(CT Amazônia)
Responsável: Prof. Mauro Assis e Cap Cerqueira
Duração: 54 meses (7/2001 – 12/2004)
Descrição: Este projeto tem por objetivo investigar a propagação de ondas radioelétricas na região equatorial do Brasil. Encontra-se dividido em três atividades principais: a. Propagação Ionosférica na faixa de HF; b. Propagação no interior de florestas; e c. Radiometeorologia na região Amazônica.

 

Dimensionamento de enlaces e buffers óptcos para transmissão de sinais de vídeo com característica de dependência temporal ou escala
Patrocinador / Órgão Fomento: Prêmio Internacional URP (University Research Program) da CISCO.
Responsável: Profa. Rosângela
Descrição: The main goal of this research is to evaluate and propose an optical packet generator (fixed size) system. The methodology includes simulation studies and OPG prototype construction. For the analysis and tests it will be considered the Poisson (Markov), fbm (fractional Brownian motion), M/G/infty and other pseudo-markovian processes. For the test experiments these distribution will reproduce voice and video signal parameters. These heavy tail distribution were chosen since they represent the signals scaling or dependence degree that can cause huge impact on optical contention and systems performance. Expected Results: Optical Packet Generator; Scaling Estimators; Signals Auto-correlation function; Heavy-tail Distribution; Scaling and optical link/buffer dimensioning.

 

Controle de sessões de voz (VoIP) e vídeo em redes ópticas
Patrocinador / Órgão Fomento: GIGA – FINEP/FUNTTEL
Responsável: Profa. Rosângela
Descrição: O objetivo principal deste projeto é conceber um sistema de gerência de sessões VoIP e Vídeo em Redes Ópticas Avançadas tal com a Rede GIGA. A solução que será proporcionada por este projeto visa atender as necessidades da indústria de telecomunicações. A topologia da rede onde o sistema se insere assume a existência de um backbone central. Há uma tendência que o núcleo seja baseado em tecnologia gigabit e em Multi-Protocol Label Switching (MPLS) nas operadoras de telecomunicações. A figura abaixo ilustra a topologia da solução. Na periferia da rede óptica estão localizados os clusters de gerência de QoS e bilhetagem. Estes interligam a infra-estrutura de cada usuário (emissor e/ou receptor) de serviços multimídia.A solução a ser desenvolvida no projeto está em sintonia com a tendência de migração de serviços tradicionais de telefonia e vídeo de TDM para IP. Permite às operadoras minimizar custos de operação pelo uso de equipamentos disponíveis no mercado e de software livre no cluster e sistema de gerência. Como aspecto inovador, as ferramentas a serem desenvolvidas fornecem uma solução para gerência de QoS e bilhetagem, não só para serviços de voz e dados como para comunicações multimídia, inclusive para serviços de videofonia, uma demanda de longa data até hoje não atendida por limitações de custo e espectro de freqüências. A implementação de mecanismos de gerência de QoS e bilhetagem associada permite a implantação de novos modelos de negócios para operadoras. Além da tarifação por tempo de uso ou volume de dados transmitidos, passa a ser possível a tarifação diferenciada pelos tipos de conteúdo (voz, vídeo, internet ou mensagens de e-mail), aos quais estão associados diferentes classes de qualidade de serviço (conversacional, vídeo streaming, interativa e background). Principais Objetivos: Implementação de software composto de um Gerador de Tráfego H.323, um módulo de QoS, um Sistema de Gerência e um módulo de bilhetagem; Implementação das interfaces do Sistema de Gerência aos módulos de bilhetagem e QoS; e Realização de testes do sistema com comunicação multimídia (voz e vídeo sobre IP) usando a Rede Óptica do Projeto GIGA como backbone.

 

Controle de sessões de voz (VoIP) e vídeo em redes ópticas
Redes ópticas WDM
Patrocinador / Órgão Fomento: FAPERJ
Responsável: Profa. Rosângela e Profa. Thereza
Descrição: Este projeto visa o estudo e o desenvolvimento de simuladores de uma Rede Óptica WDM além do desenvolvimento físico da própria Rede. Os simuladores a serem desenvolvidos são: simulador de tráfego, de componentes ópticos, de comutadores ópticos e de falhas. A rede óptica WDM será desenvolvida com dois comprimentos de onda e talvez se consiga expandí-la para quatro comprimentos de onda em função do orçamento do projeto e da variação do dólar. OBS: Este Projeto está cadastrado no Coleta CAPES simultaneamente nas linhas de pesquisa de Eletromagnetismo Aplicado e de Comunicações Digitais.

 

Amplificadores RAMAN distribuídos
Patrocinador / Órgão Fomento: GIGA – FINEP/FUNTTEL
Responsável: Profa. Thereza e Profa. Maria José
Descrição: Este projeto tem como objetivo desenvolver o estudo e a montagem de um amplificador Raman distribuído (DRA) para operar em uma rede óptica de alta velocidade com as características físicas da Rede GIGA. Ao final do projeto deve-se apresentar um protótipo para testes nos laboratórios da Fundação CPqD em Campinas e posteriormente na rede GIGA. Este protótipo deverá operar na Banda C como amplificador Raman distribuído. Para que o protótipo corresponda às expectativas de funcionamento previstas, detalhes e especificações do trecho ou dos trechos em que o DRA operará devem ser precisamente conhecidas. Entre as características que representam inovação neste projeto está o Controle Automático de Ganho (AGC). O controle automático de ganho é necessário, uma vez que ao longo da rede diversos canais são inseridos e/ou retirados através de dispositivos chamados de Add and Dropp. Esta retirada ou adição de canais provoca variações do ganho em todo o espectro do amplificador, e, conseqüentemente variação da potência dos canais remanescentes. Esta variação brusca da intensidade óptica deteriora temporariamente a relação sinal-ruído provocando erro na recepção dos sinais e obrigando retransmissão de blocos de dados, diminuindo a taxa efetiva de transmissão através da rede. O estudo das técnicas de introdução do AGC nos amplificadores Raman deve sugerir ao final o tipo de implantação. Este será um grande diferencial de nosso protótipo, uma vez que os Amplificadores Ópticos importados não apresentam controle automático de ganho. Numa segunda etapa, será iniciado um processo de nacionalização do dispositivo. Diversas empresas e institutos de pesquisas produzem insumos e dispositivos ópticos que são necessários para fabricar um DRA. A nacionalização do produto diminuirá custos e beneficiará a indústria nacional, gerando empregos e contenção de remessa de divisas para fora do país.

 

Análise e simulação de sistemas ópticos de longa distância
Patrocinador / Órgão Fomento: GIGA – FINEP/FUNTTEL
Responsável: Profa. Thereza e Profa. Maria José
Descrição: O objetivo inicial deste projeto é o de utilizar um anel óptico de recirculação e um enlace em linha reta para a análise, predição e otimização de sistemas ópticos de longa distância. No entanto, o anel de recirculação permite a análise de topologias alternativas, a serem utilizadas em redes ópticas com funcionalidades que exigem alta conectividade e altas taxas de transmissão. A sistemática adotada prevê a inserção de um primeiro e único comprimento de onda para a caracterização do funcionamento do sistema e a partir daí passa-se a acoplar gradualmente os diferentes canais WDM. A proposta é inserir até dezesseis canais para uma taxa de transmissão igual a 2,5 Gb/s por canal e expandir rapidamente para a taxa de 10 Gb/s por canal. O desempenho do sistema é avaliado e comparado para estas duas condições iniciais propostas. Os sistemas com 16 canais e taxas de 10 Gb/s deverão ser analisados em enlaces de até 670 km. Neste caso, o sistema deverá ser avaliado para uma configuração em anel e também com os elementos dispostos em linha reta. Está previsto a avaliação das penalidades e margens de potência do sistema, assim como a comparação dos resultados numéricos com dados experimentais para a validação das simulações. Diversas simulações serão realizadas, tais como, determinar a influência de diferentes especificações de fibra óptica no desempenho dos sistemas em anel e em linha reta, testar a necessidade da inclusão de amplificadores ópticos nos sistemas sobre dois aspectos principais: o tipo de amplificador a ser inserido no sistema e o número de amplificadores necessários ao longo do enlace. Além disto, os seguintes parâmetros como aumento do número de canais, introdução ou não de compensação da dispersão, características de transmissores e receptores, os efeitos não-lineares que podem vir a ser gerados, saturação e acúmulo de ruído, dispersão do modo de polarização (PMD), dispersão cromática e transientes de sinal serão críticos quando se tratar do aumento da taxa de transmissão. Qualquer modificação desses parâmetros deve influenciar os resultados observados para a PMD e para o desempenho geral do sistema e portanto, serão avaliados. A avaliação de técnicas e simulação dos módulos de compensação de dispersão deve dar suporte à implantação dos sistemas operando a 10 Gb/s na Rede GIGA.

 

Estudo sobre a viabilidade de utilização de sistemas WDM na rede óptica da ELETRONORTE
Patrocinador / Órgão Fomento: ANEEL e ELETRONORTE (convênio IME, UFPA e UFES)
Responsável: Profa. Thereza e Profa. Maria José
Descrição: Neste projeto propõe-se analisar a viabilidade de implantação de novas metodologias de sistemas para a adequação, bem como para a expansão da capacidade de comunicação da rede óptica do Sistema de Supervisão da Eletronorte. Mais especificamente, neste projeto são consideradas: A técnica WDM (multiplexação por divisão de comprimento de onda), e a SCM (multiplexação por subportadoras), considerando-se em ambas, a possibilidade de utilização do plano de controle baseado na comutação de rótulos, mais especificamente no GMPLS, assim como possíveis degradações dos sinais devido a efeitos não lineares decorrentes da implantação desses sistemas.Assim sendo, os principais objetivos deste projeto são: Obter informações específicas sobre as características dos enlaces SDH da Eletronorte; - Desenvolver sistemas de coleta de dados para processos que não disponham de redes de comunicação economicamente viáveis onde estão localizados, e que possam ser integrados às tecnologias em estudo. - Implementar Scripts de simulação para inúmeros cenários modificando diversos elementos do sistema (protocolos, taxas, ruídos, perdas, etc.) e verificando os diferentes comportamentos resultantes para o sistema. - A partir da simulação, gerar um sistema de suporte à decisão, que possibilite aos gestores e engenheiros da Eletronorte realizar projeções acerca do sistema de supervisão, através do armazenamento das informações obtidas em base de dados e acesso via Web. -Desenvolver metodologias para simulação e análise da expansão da capacidade de transmissão da rede SDH da Eletronorte através de rede WDM; -Desenvolver metodologias para simulação e análise da expansão da capacidade de transmissão da rede óptica da Eletronorte através de rede SCM; - Elaborar especificações para a futura implantação de sistemas piloto que demonstrem a viabilidade prática de aplicação dos conceitos abordados neste projeto, -Avaliar a capacidade da rede em função do tráfego, das características de redes WDM e SCM e das possíveis não-linearidades existentes; -Avaliar a possibilidade de implantação de soluções SCM para sistemas de supervisão da empresa; -Avaliar a possibilidade de implantação de soluções SCM para comunidades e demais órgãos, públicos e privados, que necessitem de serviços de comunicação e estejam situados ao longo das linhas OPGW, ou de demais soluções de rede ópticas. -Transferir conhecimentos adquiridos ao setor produtivo, em especial para as demais empresas que operam com geração, transmissão e distribuição de energia. - Criar competências nas instituições e empresas envolvidas, habilitadas a elaborar projetos, estudos e desenvolvimento na área de comunicações ópticas associadas à sistemas elétricos de potência.

 

Filtragem adaptativa com restrições lineares: Novos algoritmos e suas aplicações
Patrocinador / Órgão Fomento: CNPq
Responsável: TC Apolinário
Descrição: Este projeto aborda o estudo de algoritmos de filtragem adaptativa com restrições, aplicáveis a diversas áreas no campo das telecomunicações e em outros onde o emprego de filtros adaptativos é acompanhado de alguma informação a priori dos sinais. Este emprego pode ser estendido, então, a sinais biológicos, de radar, sonar e etc.

 

Novas técnicas de realce de voz: Mono-Sensor com supressor de ruído baseado em Waveeleete Multi-Sensor usando filtragem adaptativa não linear
Responsável: TC Apolinário

 

Baterias para eletrônica embarcada
Patrocinador / Órgão Fomento: Petrobras
Responsável: Cap Carrilho e Maj Pellanda
Descrição: Contribuir para uma visão geral do projeto do “Sistema de Posicionamento de PIGs” (SPP), no que tange aos problemas científicos e tecnológicos relacionados ao emprego de baterias como fonte de energia para a eletrônica embarcada.

 

Sistemas marcadores de PIG
Patrocinador / Órgão Fomento: Petrobras
Descrição: Este projeto tem como objetivo a pesquisa bibliográfica e o levantamento do estado da arte da teoria e aplicações sobre sistemas marcadores de PIG.

 

Implementação de testes utilizando o padrão de codificação de vídeo H.264/AVC para o Sistema Brasileiro de TV Digital (SBTVD)
Patrocinador / Órgão Fomento:FINEP
Responsável: Profa Carla e Maj Perez
Descrição: O objetivo do projeto é especificar e desenvolver um simulador de um codicador/decodificador de vídeo baseado no padrãoo H.264/AVC da ITU-T. Este simulador deverá atender a Requisição Formal de Propostas No 11/2004 - Codificador e Decodificador de Vídeo H.264/AVC, no âmbito do Sistema Brasileiro de TV Digital. Uma implementação de referência que possa ser utilizada por produtos que usem o padrão H.264/AVC no âmbito do SBTVD será disponibilizada, a qual poderá ser usada para avaliar as características e potencialidades do padrão H.264/AVC e sua adequabilidade no SBTVD.

 

Receptores interativos para canais variantes no tempo
Patrocinador / Órgão Fomento: CNPq (Edital Universal)
Responsável: Prof. Ernesto e Cap Galdino

transparenciapublica px logoexercito px logo_frf px revistaime px logo_capes

© 2012 Instituto Militar de Engenharia - IME
Criação e Desenvolvimento: Agência 2A • Comunicação